Alguém Já Disse: Um País Se Faz Com Homens e Livros

Subtraia 9 centavos de 10 mil reais e é só isso que sua empresa irá precisar para deixar sua marca na educação brasileira, doando acervos literários para bibliotecas públicas, escolares, comunitárias, Organizações Sociais e presídios.

E não é um acervo qualquer. Serão 200 títulos atualizados, seguindo a nova ortografia, pensado de acordo com a entidade que vai receber a biblioteca. De um modo geral, são contempladas no acervo:

  • Obras literárias listadas nos programas de leituras oficiais dos Ensinos Fundamental e Médio, bem como leituras obrigatórias e recomendadas para os vestibulares de todo o país;
  • Livros destinados ao EJA – Educação de Jovens Adultos;
  • Livros publicados recentemente e que estejam nas listas de “mais vendidos”;
  • Livros dos mais diferentes gêneros literários que incluem autores clássicos brasileiros e portugueses como Machado de Assis, Castro Alves, Lima Barreto, José de Alencar, Aluísio Azevedo, Simões Lopes Neto, Olavo Bilac, Gonçalves Dias, Gil Vicente, Tomás Antônio Gonzaga, Fernando Pessoa, Eça de Queiroz, Luís Vaz de Camões; autores modernos brasileiros como Millôr Fernandes, Moacyr Scliar, Martha Medeiros, Luís Augusto Fischer, Affonso Romano de Sant’Anna, Dalton Trevisan, Maria Quintana, Josué Guimarães, Eduardo Bueno, Caio Fernando Abreu, Marina Colasanti, Sergio Faraco, Luiz Antônio de Assis Brasil, Maurício de Sousa, Nélida Pinon; autores clássicos estrangeiros como Dante Alighieri, William Shakespeare, Leon Tolstói, Dostoievski, Molière, Voltaire, Honoré de Balzac, Arthur Conan Doyle, Franz Kafka, Rudyard Kipling, Homero, Sigmund Freud, Gustave Flaubert, Alexandre Dumas, Friedrich Nietzsche, Jean-Jacques Rousseau, Jane Austen, Emily Bronte, Charles Baudelaire, Jack London, Arthur Rimbaud; e autores modernos estrangeiros como Pablo Neruda, Yuval Noah Harari, John Steinbeck, Agatha Christie, Alain de Botton, Virgínia Woolf, James Joyce, Jean Paul Sartre, Eduardo Galeano, Júlio Cortázar, Antoine de Saint-Exupéry, H.G. Wells, Isaac Asimov, George Bernard Shaw, Bertrand Russell, Truman Capote, Miguel de Cervantes, Jack Kerouac.

Ufa! Como dito no início, proporcionar uma biblioteca com esse conteúdo está ao alcance de qualquer empresa por R$ 9.999,91 e, se considerar que essa quantia é vultuosa demais para o caixa de sua companhia, existe uma forma de adquirir e enviar esse acervo com 200 livros para a entidade que escolher utilizando os benefícios da lei Rouanet. Então, se ela estiver enquadrada pelo regime tributário de lucro real, poderá abater tudo do Imposto de Renda devido

PROJETO – Mas a execução desse projeto tem um lugar específico e comemorativo porque se junta aos eventos que celebram os 250 anos de fundação da cidade de Porto Alegre e por isso ele se chama Biblioteca POA 250 Anos. Mas, seja gaúcha ou não, qualquer empresa pode participar.

Incentivar a literatura e promover a educação dos que utilizam os acervos de bibliotecas públicas, escolares, comunitárias, de ONGS e presídios; bem como permitir o acesso à informação, ao lazer e a ampliação da cultura através do livro são os principais objetivos da GPR Consultoria e Serviços Empresariais, que tem a aprovação do Programa Nacional de Cultura para distribuir 100 bibliotecas, com valor total de R$ 9.999,91.

Como contrapartida à compra da quota de uma biblioteca (menos de R$ 10 mil), a empresa doadora será mencionada em selo, marcador de página e banner, que estarão presentes em todos os volumes da biblioteca doada, conforme a seguinte referência:

O conjunto de livros do projeto Biblioteca POA 250 Anos será entregue à empresa doadora, que deve direcioná-lo a bibliotecas e/ou escolas públicas de sua escolha em Porto Alegre. O acervo de 200 títulos possui curadoria e coordenação geral de Ivan Pinheiro Machado, arquiteto formado pela UFRGS e jornalista com passagem pelo jornal Zero, Hora, Cia. Caldas Junior e revista Veja, entre outros veículos de imprensa brasileiros.

O projeto também prevê a Oficina “Como nascem e crescem os livros”, destinada a alunos e professores das escolas municipais como ação de contrapartida social, e oito atividades de Contação de História, realizadas em locais públicos e com acessibilidade ou online.

Porém, para qualquer patrocinador, o retorno maior será posicionar-se como um agente disseminador de cultura, de incentivador da leitura e passar a imagem de empresa socialmente responsável. Isso é que vale.

Porque, como disse certa vez Monteiro Lobato, “Um País Se Faz Com Homens e Livros”.

SERVIÇO

 Nome do projeto: Biblioteca Porto Alegre 250 Anos.

Pronac: 220089

Proponente: GRP Consultoria e Serviços Empresariais Ltda.

Cidade: Porto Alegre (RS)

Valor Aprovado: R$ 999.990,75

Prazo de Captação: até 31/12/2022

Contato: Adriane Laste. E-mail: adriane@nossabiblioteca.com.br. Fone: (51) 99981.8144 ou Graciela Zunino. E-mail: graciela@grupo.srv.br. Fone: (51) 99311-9343.

 

 

 

 

 

 

 

 

Shopping cart close
Pular para o conteúdo